11. EXPERIÊNCIAS VIVIDAS: MARKETING DIGITAL 1

Durante uma reunião de trabalho com o Leopoldo Carneiro da Silva, diretor da Deme Criação e Desenvolvimento e criador e mantenedor do site do IBC – Instituto Brasileiro pa a Competitividade – www.ibc-competitividade.com.br, falamos sobre estratégias para que atitudes gerenciais simples e eficazes pudessem ser divulgadas. Assim outros gestores poderiam por osmose, se inspirar e otimizar seus resultados com seus próprios recursos. Claro fica que se precisar de nossa ajuda, estaremos prontos para isso.

Assim surgiu esta série de reminiscências em vários episódios, onde contamos com a participação de nossos amigos gestores e experientes profissionais, um pouco daquilo que passamos e fizemos em nossa vida na empresa. Depois, não resistimos e incluímos algumas situações fora do âmbito da empresa, mas experiências vividas (já vai entender o por quê)!

Uma vez eu li e gostei muito, que você deve ler e estudar, assuntos que goste, mas que não tenham muita relação com a sua profissão e o seu trabalho! Confesso que inicialmente, eu considerava isso perda de tempo, pois fugia do seu foco de trabalho. O que era estimulado? Que você abrisse seus horizontes e que com o que aprendia fosse gerando ideias mais criativas para aplicar em seu trabalho, saindo da mesmice. Isso também valia para assistir esportes, teatro, concerto, balé, vida selvagem, turismo, sudoku, palavras cruzadas e outras tantas coisas. O que importa é ir alargando o seu mapa mental! Abrindo a sua mente!

Só para citar um exemplo real, participei com crônicas em um livro de Castro de Antigamente, outros no de Pirai de Antigamente, e já escrevi 4 livros. Dois para meus netos sobre flores e pássaros, um da minha infância em Pirai do Sul onde vivi até os 11 anos, já publicado (lucro líquido e direitos autorais doados à APAE de Pirai do Sul) e um do minha adolescência passada em Ponta Grossa, na época do ginásio, ainda não publicado. Como exercício diário, escrevo pelo menos um haicai!

Fomos treinados como engenheiros, para sermos técnicos e racionais, deixando o lado emocional de lado. Aliás, nem éramos bem vistos quando desenvolvíamos esse relacionamento emocional também! A Inteligência Emocional, ainda não tinha espaço em nossa empresa.

Ainda bem que percebi isso a tempo e mesclei as duas coisas. Tenho certeza do que muitos dos resultados que obtive com os meus times no Brasil e nos Estado Unidos, foi por ter o total respaldo do meu TIME!

Querendo conversar sobre isso, me ligue no whats 41.98814.8122. Abraço!