ÓCIO CRIATIVO E A ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO

VIRANDO A PRÓPRIA MESA – Episódio 28

Virando a própria mesa: Ricardo Semler

ÓCIO CRIATIVO E A ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO

Vou usar 3 pontos apresentados pelo nosso guru Ricardo Semler, que parecem até desconexos: ócio, lata de lixo e tremedeira. Mas como sei que é um bom entendedor, saberá rapidamente fazer estas conexões.

  • “Pensar requer ócio” (Aristóteles). Se você não é dono de algum espaço do ócio, não pode estar pensando muito – pág.161
  • Compre outra lata de lixo. A segunda lata de lixo é um símbolo magnífico da filtragem do trabalho – pág.162
  • Para determinar o que se joga e o que fica, faça a pergunta sugerida pelo legendário Alfred Sloan Jr., da General Motors: “Qual a pior coisa que pode acontecer se eu jogar isto fora? Se não tremer, transpirar e ficar sem ar ao pensar nas consequências, jogue fora – pág.163

Comecemos com o significado de ócio:

  • cessação do trabalho; folga, repouso, quietação, vagar.
  • espaço de tempo em que se descansa.

 

Você já deve ter ouvido por aí a expressão “ócio criativo”, Mas sabe o que realmente significa esta teoria do sociólogo Domenico de Masi?

  • o ócio criativo é uma proposta que visa unir atividades como trabalho, tempo livre e estudo, ou seja, ele é alcançado quando trabalhamos, nos divertimos e aprendemos ao mesmo tempo.

O que queremos provocar com tudo isso é que se você se escravizar, tentando ler tudo, escutar tudo, assistir tudo, fazer tudo, …, não terá tempo para poder planejar o que é prioritário e desenvolver um plano de ação estratégico de implementá-lo para ir dia a dia, ganhando competitividade.

A melhor forma para gerar o ócio criativo, é usar Ferramentas de Gestão eficazes, para que com velocidade de ação e sem desgastes, tenha o melhor dos resultados. Conte com o IBC – instituto Brasileiro para a Competitividade se quer ter o seu espaço de ócio, SEM REMORSOS, pois está com sua missão cumprida eficazmente a cada dia.