Quanto custa? – Combate ao desperdício.

Quanto custa?

 

Conversando com o Eng.Jair Jubanski hoje, lembramos uma arma simples e poderosa para evitar desperdícios, que introduzimos na Cassol Pré-Fabricados há alguns anos atrás e que permanece até hoje. Quero repartir com você este conhecimento. Chama-se “QUANTO CUSTA?”.

Deve ter visto centenas ou até milhares de vezes, objetos espalhados pelos pátios de suas empresas que ainda poderiam ser utilizados, cuja vida útil ainda não venceu e que estejam jogados como sucata ou lixo. É um desperdício que isolado pode não parecer muito significativo. Quem faz isso ou é relapso, ou é um sem noção ou ainda um cretino. Isso custa “muito caro”, se somados todos os desperdícios de todos os colaboradores, ao longo dos meses e dos anos. Não exista empresa que possa suportar isso. Mas pode saber, isso ocorre e não duvido que seja na sua própria empresa.

Será que quem adota uma atitude irresponsável como essa, tem noção de QUANTO CUSTA esse objeto, que pode ser uma luva, uma máscara respiratória, um óculos de segurança, uma lâmina de serra, um recorte de chapa de aço, um pedaço de cantoneira, papel sulfite novo usado como rascunho, …  etc?

A técnica é simples: um pequeno painel, onde o objeto é exposto e colocado o valor que ele tem. Serve de exemplo para quem fez e inibe que outras pessoas cometam o mesmo erro. Sistemas mais desenvolvidos acrescentam além do valor unitário, o custo mensal e anual de tudo o que é consumido daquele objeto que está sendo exposto. Vou mostrar um exemplo usado pelo Adm.Gilberto Alexandre quando Gerente de Divisão de Manutenção Mecânica da Cimento Rio Branco – Votorantim Cimentos – Rio Branco do Sul – PR:

Venha para o nosso time e COMBATA O DESPERDÍCIO. Dinheiro não nasce em árvore!