A DESONESTIDADE NA EMPRESA

VIRANDO A PRÓPRIA MESA – Episódio 47

Virando a própria mesa: Ricardo Semler

A DESONESTIDADE NA EMPRESA

Um ponto de vista a ser conhecido mostrado pelo nosso guru Ricardo Semler.

  • Se há muitas coisas a serem toleradas na empresa, a desonestidade não é uma delas. É impressionante o número de empresários que defende a ideia de que “ele rouba um pouco, mas pelos menos é competente e faz o que tem de fazer”. A covardia em favor do lucro é um dos conceitos que destina a empresa a fazer parte das 95 por cento que não vão para a frente com o tempo. Que tipo de respeito se pode esperar dos que sabem que a empresa está acobertando a desonestidade, mesmo que pequena, em favor da continuidade normal dos negócios? – pág. 189 e 190
  • Do mesmo jeito que a empresa deve ter a coragem de dispensar de imediato o desonesto, deve dar um jeito para se livrar rapidamente da pessoa insubstituível ou da condição da insubstituibilidade. Ambas são insustentáveis e medíocres – pag.190

Ao ler essa parte do livro, lembrei-me de um fato ocorrido há mais de 35 anos atrás. Trata-se de um técnico mecânico com quem eu tinha um excelente relacionamento, chegando inclusive a ser convidado e conhecer sua casa e família. Ele também acabou abrindo um restaurante. Na noite que antecedeu a descoberta de um furto de objetos usados e disponibilizados na empresa, fomos jantar no restaurante dele e convidamos vários amigos para prestigiarem o seu negócio. Até o dia que aconteceu este fato, nunca imaginei que ele pudesse cometer esse ato inadmissível. Para ser breve: eu o dispensei por justa causa. Fui uma total decepção, mas não vacilei um segundo em aplicar essa pena drástica. Resumindo: não há perdão para a desonestidade.

Quanto à insubstituibilidade, quero ouvir sua opinião e evitar que este pequeno artigo se alongue.

Contate-nos via site www.ibc-competitividade.com.br ou pelo whats 41.98814.8122 que estamos prontos para estabelecer em conjunto, uma excelente estratégia de implantação de vários tipos de ferramentas de gestão para AUMENTO DE COMPETITIVIDADE.