Como manter uma planta industrial limpa e arrumada? – Episódio 04

FREGUESIA

“A cada pequeno evento que eu lembrar ou for lembrado, vou repartindo esta experiência com você.

Para você que nos leu ontem e está nos acompanhando, sabe como surgiu o conceito de freguesia, mas não sabe como era essa “filosofia” de excelente custo x benefício.

A fábrica da Cimento Itaú do Paraná, foi dividida em vários setores físicos, chamados “freguesias”, que como já contei, foi uma ideia do Chefe do Departamento de Produção, Flavio de Jesus Ferreira. Nada mais era que uma área delimitada em volta do ambiente de domínio de cada chefia da empresa, que assumia a responsabilidade de cuidar da sua “propriedade”. Exemplos: laboratório, almoxarifado, escritório, vila residencial, lago de refrigeração da área industrial, forno, moagem de farinha, moagem de cimento, ensacadeira, refeitório e outros.

Nas horas vagas os colaboradores daquela área, de forma voluntária, pintavam o meio fio, plantavam grama, podavam árvores, plantavam árvores de fruta, faziam jardim, varriam, lavavam e a mantinham em ordem tudo, 100% do tempo. Com esse “fatiamento”, ficou fácil para que cada chefia e seu TIME, mantivessem a fábrica ‘PERMANENTEMENTE” limpa e arrumada, sem custos adicionais. Ainda mais, como “donos”, não deixavam que ninguém fizesse sujeira e desarrumação em seu terreno.

E assim foi descoberta a “pólvora” da limpeza e arrumação contínua.

Algumas perguntas ficam no ar:

  • Sabe como criar uma estrutura motivacional e implantar isso em sua empresa?
  • Que fazer para que atitude como essa possa ser um hábito e não exceção?