NÓS E ELES NA EMPRESA

VIRANDO A PRÓPRIA MESA – Episódio 53

Virando a própria mesa: Ricardo Semler

NÓS E ELES NA EMPRESA

Qual a sua opinião sobre nós e eles? Não pense que é uma fofoca empresarial! É coisa séria e de gente grande. Se não, escute nosso guru Ricardo Semler.

  • Outra doença crônica é a da estanqueidade das áreas e departamentos. Cada um vive compartimentalizado e defende sua área. Para cada departamento pode até funcionar, mas a empresa paga um conta elevada por isto – pág. 195
  • Seguem, como sempre, algumas sugestões do que fazer para minimizar esse estado de coisas:
    • Pensar novamente nas pequenas unidades.
    • Pensar novamente em reduzir os níveis.
    • Praticar a rotação de funções
    • Impede a acomodação da pessoa — ela é obrigada a aprender novas coisas.
    • Força todos a desenvolverem um segundo homem para o cargo, o que é excelente forma de desenvolvimento organizacional e dá chances maiores de progresso ao pessoal preso no meio da organização.
    • Possibilita o intercâmbio de estilos, cultura e técnicas e injeta sangue novo e nova visão em todas as áreas.
    • Despersonaliza a organização – pág. 196
    • Areja a cabeça de todos.
    • Por último, e talvez mais importante, quase impossibilita os desentendimentos entre áreas porque o controller de hoje, que critica os dias médios de venda do gerente de uma área, no futuro terá que pôr a pastinha debaixo do braço e provar que consegue fazer melhor.
    • Vamos tirar as teias de aranha das pessoas. Deixe-as aprender coisas novas e ensinar aos outros. Se o seu pessoal gosta de acomodação e especialização, abra um cartório para eles! – pág. 197

O texto é autoexplicativo e eu não teria nada a acrescentar.

Espero que você não seja do time dos teimosos que estão vivendo no século passado e num museu! Ou mausoléu?

Contate-nos via site www.ibc-competitividade.com.br ou pelo whats 41.98814.8122 que estaremos prontos para desenvolver treinamentos específicos que influenciam a COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL na sua organização.