Voluntariado para a construção de um Ginásio de Esportes – Episódio 13

GINÁSIO DE ESPORTES – CEM: Clube Ermirio de Moraes

“A cada pequeno evento que eu lembrar ou for lembrado, vou repartindo esta experiência com você.”

Estava ocorrendo uma grande movimentação para a formação de uma nova diretoria do CEM – Clube Ermirio de Moraes. Uma das cabeças da formação da chapa para uma nova diretoria era meu amigo Eng.Paulo Henrique de Ataide. Um dia ele me convidou para ser o coordenador de uma reunião para a definição de nomes para cada função da nova diretoria, alegando que eu com os conhecimentos que tinha como líder de um programa chamado DAF – Detecção Analítica de Falhas e faria isto sem grandes esforços.

Estava intrigado, pois escolheram as pessoas para todos os cargos, menos para o de presidente. Quando vi que haviam terminado sem essa indicação, perguntei inocentemente, quem ocuparia este cargo. Não precisa dizer sobre o final da história.

O maior compromisso era a viabilização e construção de um Ginásio de Esportes. Isso aconteceu de fato e em 3 anos essa obra foi inaugurada para o grande orgulho de todos os colaboradores associados.

Mas havia um segundo desafio: unificar os dois clubes existentes na Cimento Rio Branco e na Cimento Itaú do Paraná. Isso também aconteceu, mais rápido do que imaginávamos, pois todos os colaboradores das duas empresas ansiavam para que houvesse essa fusão.

Quando conhecemos várias ferramentas de gestão para aumento de competitividade, podemos escolher a que mais convier para cada caso. O IBC tem domínio de muitas delas tanto do ponto de vista teórico, como prático. Junte-se a nós.

Algumas perguntas ficam no ar:

  • Você, que já tem todo o seu tempo tomado com as atividades do dia a dia, estaria disposto a assumir como voluntário este grande desafio?
  • Que fazer para que uma atitude como essa possa ser tomada por mais algumas dezenas de voluntários para fazer uma obra onde o valor desembolsado pela empresa cobria todos os materiais, menos a mão de obra e serviços. Esses foram todos feitos por voluntários, usando os recursos de máquinas e equipamentos disponibilizados pela empresa?