Análise do Valor – O novo enfoque da A.V.

Abril 25, 2017

Até pouco tempo atrás, as mudanças não eram tão rápidas, dinâmicas e constantes no mundo corporativo, enfim uma realidade bem diferente da que estamos vivendo hoje. Tenho dito em minhas apresentações que o mundo mudou, não somente em função da virada do século ou pela abertura do mercado mundial, mas principalmente porque nós como clientes, fornecedores, empresários ou colaboradores, mudamos todos os dias. Assim sendo, mudança passa a ser um fator de sobrevivência no mercado!
Diante deste fator, as empresas estão numa busca incessante por melhores práticas e novos processos que as levem a obter uma vantagem competitiva no mercado.
A metodologia da Análise do Valor pode contribuir sobremaneira para a vantagem competitiva da empresa, reduzindo inteligentemente os custos do produto ou serviço, melhorando o desempenho da função e aumentando o valor agregado para o cliente. Ou seja: “vender mais”.

A Análise do Valor teve origem durante a segunda guerra mundial, quando o governo Americano determinou que as matérias primas mais nobres ficassem reservadas exclusivamente para o emprego na indústria bélica ou de interesse militar, fazendo com que a indústria civil sentisse a grande necessidade de encontrar materiais alternativos para manter o suprimento de seus insumos básicos.
Na época, o Engenheiro Lawrence de Milles, engenheiro da empresa General Electric nos Estados Unidos, desenvolveu os conceitos e o raciocínio lógico da Engenharia e Análise do Valor.
Assim, logo com o término desta guerra, ele estende estes conceitos para outros produtos existentes e para a concepção de novos com materiais mais econômicos, suprindo a mesma função, mas com custos mais baixos. Além de conseguir reduzir os custos, teve produtos melhores tanto na qualidade como no desempenho.

Os conceitos da Engenharia e Analise do Valor, tiveram origem levando-se em conta os seguintes fatores:

  • Como encontrar materiais mais baratos que cumpram a mesma função daqueles utilizados?
  • Como melhorar a função desempenhada por esses produtos?
  • Como melhorar o valor para quem produzia os produtos?
  • Desta forma, a Gestão pelo Valor, passa a ser, a grande mudança.

A Análise do Valor é a chave da vantagem competitiva, pois, a metodologia, tem que focar o valor não somente do ponto de vista do fabricante, mas principalmente do cliente, identificando os principais atributos e características necessárias do produto ou serviço, determinando os diferentes benefícios oferecidos pelo mercado .

“Agregando valor ao cliente”:

Através de estudos e pesquisas percebemos que a Análise do Valor era voltada somente para o interior das fábricas. O conceito esquecia o protagonista principal, que é o consumidor. Não estava levando-se em consideração, a “satisfação dos clientes”.

O mercado tão acirrado e competitivo como nos dias de hoje, também o será nos dias de amanhã, o que exigirá que a Análise do Valor pense primeiro no valor para o cliente, fazendo com que o cliente perceba o ganho que terá com um produto ou serviço econômico e funcional, e que a empresa ganhe, gerenciando o valor do cliente.
De nada adianta um produto ou serviço com menor custo, agregando valor somente para o fabricante ou prestador do serviço, não satisfazendo a necessidade do consumidor. Simplesmente ficaremos à margem do mercado.

A Análise do Valor, portanto, não deverá se dedicar à redução dos custos dos produtos e serviços, mas , principalmente, agregar maior valor ao cliente, através de métodos organizados, competitivos e criativos (AV).

“Criar valor que os clientes possam ver”:

Vejo que nos dias de hoje, a principal ação da Análise do Valor, será buscar constantemente o valor para o cliente e consequentemente a sua satisfação pelo produto ou serviço. Captar clientes não é mais o grande objetivo das empresas, mas sim, a sua retenção.
Através da utilização da ferramenta da Análise do Valor, poderá reter seus clientes, pois através desta metodologia, conhecendo suas expectativas e o que de fato agrega valor, estabelecendo relações mais estreitas e inovadoras, gerando uma grande vantagem competitiva.
A utilização eficaz da metodologia da Análise do Valor, além de levar à redução dos custos (tanto para quem fabrica, como para quem o adquire), também tem como objetivo fundamental, melhorar os benefícios e vantagens dos produtos e serviços para os clientes.
Esta versátil metodologia, poderá ser aplicada em: produtos, processos, serviços, escritórios administrativos, obras na construção civil, etc..

“A metodologia do Analise do Valor”:

O método se baseia no conceito do valor, ou seja, melhor adequação ao uso e melhor desempenho da função ao menor custo, sem perder qualidade e segurança, satisfazendo a todos, empresários, clientes e consumidores.
A Análise do Valor trabalha com três fatores fundamentais:

  • Valor.
  • Função.
  • Custo.

O método determina as funções necessárias de um produto, serviço ou processo, identificando e eliminando os componentes que não agregam valor ao cumprimento da função principal, e que geram custos desnecessários.

A Análise do Valor é aplicada em diversos paises desde 1947, e no Brasil, desde 1970, em várias empresas como: Petrobrás, Grupo Votorantim, Volkswagen, Mercedes Bens, Klabin do Paraná e tantas outras.

Se a sua organização ainda não a usa, já está com uma desvantagem competitiva em relação a seus concorrentes! Velocidade de Ação com Qualidade, também é sinônimo de eficácia nos resultados!

Autor: Luis Antonio Alves – Pedagogo e Administrador Industrial.
Empresa: IBC – Instituto Brasileiro para a Competitividade